Ritmo de competição

  • 26 de julho de 2020

Foto: Luiz Erbes/SER Caxias

Em um cenário totalmente atípíco, mais de quatro meses depois de realizar o último jogo oficial e com apenas duas semanas de preparação, o Pelotas voltou a campo na tarde deste domingo (26). No estádio Centenário, em Caxias do Sul, o Lobo, repleto de novidades, fez boa partida, mas acabou superado pelos donos da casa: 2 a 0, pela quarta rodada do segundo turno do Gauchão 2020.

Além do técnico Ricardo Colbachini, sete dos 11 titulares estrearam com a camisa azul e ouro. Treinando desde a segunda-feira da semana passada, a equipe mostrou a intenção de atacar a partir de triangulações com a bola no chão. A falta de ritmo competitivo, aliada ao condicionamento físico longe do ideal, porém, complicaram a vida do Pelotas. O Caxias, aproveitando a bola parada e um contragolpe, levou os três pontos.

No time que iniciou a partida, estavam Copetti, Fábio Alemão, Moisés, Vini Garcia, Ariel, Daniel Costa e Alex Henrique, sete recém-chegados à Boca do Lobo. No segundo tempo, entraram Marcelo, Gabiga, Milla, Ramires e Paulinho, finalizando um confronto marcado por novidades e adaptações.

Com a bola rolando, a equipe de Cobalchini teve uma grande oportunidade aos 15 minutos, quando Fábio Alemão, zagueiro de origem que atuou como lateral-direito, mergulhou e cabeceou na trave direita. O Grená, campeão do primeiro turno e já garantido na final do Estadual, ameaçou com um chute de fora de Bruno Ré, nos acréscimos da etapa de abertura.

Os 45 minutos decisivos mostraram um Pelotas querendo atacar. Tanto que, aos dez, Ariel exigiu grande defesa de Marcelo Pitol após bater firme de longe. Pouco tempo depois, o zagueiro Thiago Sales aproveitou bola na área e inaugurou o placar a favor dos mandantes: 1 a 0.

Colbachini modificou o time áureo-cerúleo e buscou o empate, que não veio. O Caxias, aliás, se valeu de um bom contra-ataque para ampliar aos 37, com Bruninho. É um Pelotas que começa a buscar a melhor forma, mesmo em um cenário onde as partidas já valem pontos. Restam dois compromissos no Gauchão: um contra o São José além do clássico Bra-Pel. O Lobo é mandante nos dois confrontos.

FICHA TÉCNICA

Caxias: Marcelo Pitol; Ivan, Laércio, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano, Carlos Alberto, Tilica, Diogo Oliveira (Bruninho) e Vinícius Baiano (Tontini); Da Silva (Willian). Técnico: Rafael Lacerda.

Pelotas: Rafael Copetti; Fábio Alemão, Felipe Chaves (Marcelo), Mateus Santana e Wendel; Moisés (Paulinho), Vini Garcia (Ramires), Ariel, Daniel Costa (Gabiga) e Hugo Sanches; Alex Henrique (Milla). Técnico: Ricardo Colbachini.

Gols: Thiago Sales, aos 17min2T, e Bruninho, aos 37min2T.

Arbitragem: Eleno Todeschini, auxiliado por Fabricio Baseggio e Fagner Cortes.

Cartões amarelos: Laércio e Bruno Ré (CAX); Daniel Costa, Moisés, Ricardo Colbachini e Fábio Alemão (PEL).

Compartilhe