Vitória para arrancar na frente

  • 17 de novembro de 2019

Pelotas vence o São José por 2 a 0 e arranca na frente no primeiro confronto da final da Copa Seu Verardi.

A história do jogo:

O primeiro tempo começou como toda a final, disputado. Mas foi o Lobão que saiu na frente do resultado. Após cruzamento na área, Giovane Gomez cortou o zagueiro e chutou no gol, o goleiro Fábio deu rebote e Mateus Santana anotou: 1 x 0 Lobo.

A partida seguiu com muita briga pela posse de bola. As duas equipes tentavam escapar da forte marcação uma da outra. O São José precisou se lançar mais para o ataque, mas a defesa áureo-cerúlea estava em mais uma noite inspirada e não deixou a equipe adversária marcar. O primeiro tempo terminou 1 a 0 para o Lobão.

Na segunda etapa, o Lobo voltou melhor. A equipe marcava em cima e impedia o São José de ingressar no campo de defesa azul e ouro. Foi quando brilhou a estrela do técnico Picoli. O treinador colocou Gabriel Soares e, logo no primeiro lance do volante na área, gol de cabeça: 2 a 0 Lobão. É importante ressaltar a grande jogada do meia Juliano. O camisa 11 cortou o defensor pela ponta, invadiu a área e cruzou para Gabriel marcar.

O resultado não diminuiu o ímpeto do time do Lobo, que continuou pressionando na frente e não permitia a entrada do adversário em seu campo.

A partida terminou com 2 a 0 para o Pelotas, que leva boa vantagem para o jogo da volta no Passo D’Areia.

Juliano em ação no jogo de hoje. Jogador deu assistência para o segundo gol, marcado por Gabriel Soares. (Foto – Tales Leal | AI ECP)

Próximo compromisso
O Lobo volta a encarar o São José no próximo sábado (23), às 15h, no Passo D’Areia.

Ficha da partida:

Pelotas 2 x 0 São José

Copa Seu Verardi – Final

Boca do Lobo

Escalações:

Pelotas: Mateus Claus; Jean Malheiros (Vinicius Machado), Negretti, Thiago Costa e Busanello; Vacaria(Gabriel Soares), Mateus Santana, Juliano (Bruno Ribeiro), Jô (Jean Roberto), Wallacer, e Giovane Gomez (Felipe Chaves).
Técnico: Antônio Picoli

São José:
 Fábio; Márcio, Goiano, Lucão e Marcelo (Marcel); Machado, Tcharles (Xuxa), Crystopher; Dudu Mandaí (Thayllon) , Éverton Júnior (Silas) e Luiz Eduardo.
Técnico: Rafael Jaques