VIRADA ÁUREO-CERÚLEA NA BOCA DO LOBO: A RECOPA GAÚCHA DE 2014

...

Recopa Gaúcha (2014) - Foto: Marcelo Campos

Quis o destino que Pelotas e Internacional se reencontrassem em mais uma disputa de título. Em 2013, o Lobão venceu o Colorado nas penalidades e foi campeão da Supercopa daquele ano. Em 2014, em confronto único na Boca do Lobo, os dois brigariam pelo título da Recopa Gaúcha.

E foi a equipe comandada pelo técnico Clemer que acabou saindo na frente do placar. Cláudio Winck, em duas oportunidades ainda no primeiro tempo, abriu 2 a 0 para o Inter. Com 11 minutos, o camisa 10 do Pelotas, Lucas, foi expulso após levar o segundo cartão amarelo, por simulação.

Antes do intervalo, aos 44, a reação áureo-cerúlea começou a ser desenhada. Felipe Garcia, que havia entrado no lugar de Sandro Sotilli, acertou um chutaço de fora da área, sem chances para o goleiro Alisson Becker (atualmente, atleta do Liverpool da Inglaterra e da Seleção Brasileira).

Na segunda etapa, empurrado pela sua torcida, o Lobo cresceu no jogo. Sem parecer sentir a ausência de um jogador, César Santiago aproveitou rebote na entrada da área e com muita categoria, empatou a partida. 

Não demorou muito para a virada acontecer. Cinco minutos depois, após bela jogada em cobrança de escanteio, Felipe Garcia apareceu novamente e, de cabeça, deu números finais ao confronto. Ainda deu tempo do zagueiro Thales, do Inter, ser expulso depois de uma entrada dura em Mithyuê.

Fim de jogo na Avenida e mais uma taça para a torcida azul e ouro. Foi o terceiro título do técnico Paulo Porto no comando do Lobo.
 

Ficha Técnica
 

Esporte Clube Pelotas 3x2 Sport Club Internacional

Local: Estádio Boca do Lobo - Pelotas (RS)

Data: 13/01/2014 - Segunda-Feira

Horário: 20h30
 

Pelotas
 

Paulo Sérgio; Igor, Bruno Salvador, Fred e Carlos Alexandre (Alex); Tiago Gaúcho, César Santiago, Carlos Alberto (Felipe Guedes) e Lucas; Jefferson (Mithyuê) e Sandro Sotilli (Felipe Garcia). Técnico: Paulo Porto

Gols: Felipe Garcia (44’/1T) e (29’/2T) e César Santiago (24’/2T)

Cartões Amarelos: Fred, Tiago Gaúcho e Mithyuê

Cartões Vermelhos: Lucas
 

Internacional
 

Alisson Becker; Cláudio Winck, Jean, Thales e Raphinha; Rodrigo Dourado, Bertotto, Gladestony e Reis (Bruno Gomes); Aylon e Nathan (Alex Nemetz). Técnico: Clemer

Gols: Cláudio Winck (16’/1T) e (43’/1T)

Cartões Amarelos: Raphinha e Aylon

Cartões Vermelhos: Thales
 

Arbitragem
 

Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Assistentes: Marcelo Oliveira e Silva (RS) e Cláudio Gonçalves García (RS)